UM LIVRO, UMA HISTÓRIA – As Mais Belas Espécies: Animais em extinção, Mundos que o Tempo Esqueceu

4 Flares Twitter 3 Facebook 1 Google+ 0 Email -- Filament.io 4 Flares ×

Disclaimer

Todo mundo tem o direito de ser indeciso. Mas temos que estar cientes que a indecisão cobra o seu preço no futuro.

É extremamente básico, mas em certos momentos da vida as encruzilhadas nos fazem perder um tempo precioso.

A História

Tenho o hábito de me dar livros de presente quando acho que fiz algo grandioso, digno de se tornar um marco na minha vida.

É uma parada que alguns podem considerar narcisista, mas que para mim é apenas um afago que faço em mim mesmo.

Junho de 2006. Um tempão atrás. Eu estava me formando em Farmácia. E aqui, faço um registro, tenho dificuldade em fechar ciclos acadêmicos na minha vida. É lamentável, por que é uma perda de tempo, mas eu reconheço hoje e tendo reverter essa tendência.

Nada disso parecia ser um risco quando iniciei meus estudos, sempre um bom aluno, sempre entre os primeiros da classe. Mas ao entrar na graduação, apesar de me manter (na maioria dos momentos) entre os melhores alunos, eu comecei a atrasar, a protelar as conclusões de cursos.

Por exemplo, fiz o curso de Biologia, sem trancar nenhum período, ou perder disciplinas, e então no último ano, larguei tudo em detrimento do curso de Farmácia, que já havia largado por um ano. E foi sofrido terminar Farmácia, contei com o apoio e a pressão de muita gente para concluir monografia e demais créditos.

Já reconheci em outras situações, e registro aqui, minha grande paixão é e sempre foi a Biologia (principalmente a Ecologia). E talvez por isso, ao concluir o curso de Farmácia me dei um presente que fazia referência a esse grande amor abandonado.

E isso me fez feliz, por alguns dias.

O Livro

As Mais Belas EspéciesFicha técnica: As Mais Belas Espécies: Animais em extinção, Mundos que o Tempo Esqueceu. Diane Ackerman; tradução de Fábio Fernandes. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002. [ISBN 85-286-0911-1]

Ninguém havia me indicado esse livro. Achei o título interessante, gostei da sinopse. Pesquisei sobre a autora e fui fisgado.

É um livro poético, não técnico. Mas não é um livro fácil. Gosto muito da edição, gosto da capa mas lamento que não haja fotos para ilustrar o roteiro da Diane Ackerman atrás das espécies em extinção que compõe esse livro

José Wilson Carvalho de Mesquita

José Wilson Carvalho de Mesquita, hoje mais conhecido por Will, até pela própria mãe. Esse Maranhense de São Luís tem 34 anos (10/11/1980), é casado e sem filhos ainda. É farmacêutico de formação e biólogo de coração. O culpado pelo vício em leituras é a sua mãe (formada em letras) e uma verdadeira traça. Lembranças da infância associadas com estantes cheias dos mais diversos volumes e estilos. Hoje, curte um pouco de tudo, mas é obcecado com Bernard Cornwell & George Martin.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: