24ª Tiragem – Mitologia Nórdica, um livro de Neil Gaiman

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

EDIÇÃO RÁPIDA – 24ª Tiragem – Mitologia Nórdica, um livro de Neil Gaiman

Podcasters:  Valesi o host do episódio, Mateus Ferreira, Will Mesquita e Rubens Netto.

Escreva para nós: contato@edicaorapida.com.br 

Nossas Redes Sociais: Twitter | Facebook | Skoob | YouTube

Esse podcast foi editado por Monkey Seat Podcast & Multimídia

Quais livros você amigo ouvinte/leitor indicaria aos podcasters? Quem sabe não usamos a sua dica nas próximas tiragens!

LIVRO DO DIA: Mitologia Nórdica

  • Por quê escolhemos este livro?

Ouçam!!!

  • Qual livro que cada um de nós tem/leu?
    • Valesi e seus vassalos: Ano: 2017, Páginas: 288, Editora: Intrínseca, Tradução de Edmundo Barreiros, Arte da Capa por Aline Ribeiro;

BREVE BIOGRAFIA DO AUTOR:

Neil Gaiman, nasceu no condado de Hampshire, no sul da Inglaterra, em 10 de novembro de 1960. Neil aprendeu a ler com quatro anos. Alguns dos livros que o marcaram mais durante a infância foram O Senhor dos Anéis de J. R. R. Tolkien e The Chronicles of Narnia de C. S. Lewis. Neil também já afirmou que Alice no País das Maravilhas vai ser sempre um dos seus livros preferidos e que em criança o leu várias vezes, ao ponto de o saber de cor.

Neil foi educado em várias escolas anglicanas. O emprego do seu pai de relações públicas da Igreja da Cientologia fez com que Neil, na altura com sete anos de idade, não fosse aceito numa escola privada. O autor viveu vários anos em East Grinstead, onde conheceu a sua primeira mulher, Mary McGrath, os dois casaram-se em 1985 depois de ela dar à luz o seu primeiro filho, Michael.

Neil Gaiman mudou-se para os Estados Unidos em 1992 para poder estar mais próximo da sua ex-mulher Mary McGrath. Ele tem três filhos com ela, Michael, Holly e Madeleine.

Desde pequeno, demonstrou sua ligação com os quadrinhos. Seu trabalho mais conhecido é “Sandman”, que o imortalizou entre os fãs de HQs. Por 75 números, Gaiman e “Sandman” foram se tornando cada vez mais famosos. A série tornou-se o carro-chefe do selo Vertigo, destinado a um público geralmente adulto que não queria mais saber de super-heróis. O autor ganhou reconhecimento da crítica ao receber prêmios ao redor do mundo, entre eles o prestigiado World Fantasy Award, geralmente concedidos apenas a obras em prosa.

Entre outros vários trabalhos com HQs, romances e roteiros, Gaiman publicou os livros “Coraline”, “Deuses Americanos” e “O Livro do Cemitério”.

Em 2007, Robert Zemeckis fez o filme de Beowulf, baseado em um roteiro escrito por Gaiman e por Roger Avary.

Neil escreveu o roteiro de dois episódios da série Doctor Who. O primeiro, “The Doctor’s Wife” foi transmitido em 2011 durante a sexta temporada da série e o segundo, “Nightmare in Silver” foi transmitido em 2013 na sétima temporada.”The Doctor’s Wife” valeu mais um prémio Hugo a Neil na categoria de Melhor Apresentação Dramática (Curta).

Em 2016 estreia a série Lucifer no canal Fox cujas personagens são baseadas na HQ Sandman. Ainda em 2016, estreia a minissérie Neil Gaiman’s Likely Stories no canal Sky Arts. A minissérie vai consistir na adaptação de quatro contos do autor para a televisão.

TOMO UM: SEM SPOILERS

Quem, além de Neil Gaiman, poderia se tornar cúmplice dos deuses e usar de sua habilidade com as palavras para recontar as histórias dos mitos nórdicos? Fãs e leitores sabem que a mitologia nórdica sempre teve grande influência na obra do autor. Depois de servirem de inspiração para clássicos como Deuses americanos e Sandman, Gaiman agora investiga o universo dos mitos nórdicos. Em Mitologia nórdica, ele vai até a fonte dos mitos para criar sua própria versão, com o inconfundível estilo sagaz e inteligente que permeia toda a sua obra.

Fascinado por essa mitologia desde a infância, o autor compôs uma coletânea de quinze contos que começa com a narração da origem do mundo e mostra a relação conturbada entre deuses, gigantes e anões, indo até o Ragnarök, o assustador cenário do apocalipse que vai levar ao fim no mundo. Às vezes intensos e sombrios, outras vezes divertidos e heroicos, os contos retratam tempos longínquos em que os feitos dos deuses eram contados ao redor da fogueira em noites frias e estreladas.

Na mitologia nórdica, Gaiman permanece fiel aos mitos ao prever o maior panteão dos deuses nórdicos: Odin, o mais alto dos altos, sábios, ousados ​​e astutos; Thor, filho de Odin, incrivelmente forte, mas não o mais sábio dos deuses; E Loki-filho de um irmão de sangue gigante para Odin e um malandro e insuperável manipulador.

Gaiman modela essas histórias primitivas em um arco romântico que começa com a gênese dos nove mundos lendários e mergulha nas façanhas de deidades, anões e gigantes. Uma vez, quando o martelo de Thor é roubado, Thor deve disfarçar-se como uma mulher – difícil com sua barba e enorme apetite – para roubá-lo de volta. Mais pungente é o conto em que o sangue de Kvasir – o mais sagaz dos deuses – se transforma em um hidromel que infunde bebedores com poesia. O trabalho culmina em Ragnarok, o crepúsculo dos deuses e o renascimento de um novo tempo e de pessoas.

Através da prosa hábil e espirituosa de Gaiman surgem esses deuses com suas naturezas ferozmente competitivas, sua susceptibilidade a ser enganados e enganar os outros e sua tendência a deixar a paixão inflamar suas ações, fazendo com que esses mitos há muito tempo respirem uma vida pungente novamente.

Para celebrar o lançamento de Mitologia Nórdica, o escritor publicou um vídeo em sua página do Facebook falando mais sobre ela. “Desde quando estava trabalhando em Sandman, senti que uma das coisas mais interessantes a serem feitas na ficção é prestar atenção nos mitos, porque me parece que eles estão sempre vivos e informam o que fazemos. Eles informam nosso mundo em formas nas quais nem nos damos conta”, afirma.

É um livro para qualquer um que tiver interesse por mitologia nórdica. É para qualquer um que acha que Tom Hiddleston fica legal com o grande chapéu com chifres e se pergunta no que o personagem dele é baseado.”

TOMO DOIS – SPOILERS FREE

Loki guarda excelentes surpresas para aqueles que soltam spoilers!

  • OS PERSONAGENS – Pág. 17
  • ANTES DO PRINCÍPIO, E O QUE VEIO DEPOIS – Pág. 25
  • A YGGDRASILL E OS NOVE MUNDOS – Pág. 35
  • A CABEÇA DE MÍMIR E O OLHO DE ODIN – Pág. 41
  • OS TESOUROS DOS DEUSES – Pág. 47
  • O MESTRE CONSTRUTOR – Pág. 67
  • OS FILHOS DE LOKI – Pág. 87
  • O CASAMENTO INCOMUM DE FREYA – Pág. 103
  • O HIDROMEL DA POESIA – Pág. 121
  • THOR NA TERRA DOS GIGANTES – Pág. 149
  • AS MAÇÃS DA IMORTALIDADE – Pág. 175
  • A HISTÓRIA DE GERDA E FREY – Pág. 195
  • A PESCARIA DE HYMIR E THOR – Pág. 207
  • A MORTE DE BALDER – Pág. 225
  • OS ÚLTIMOS DIAS DE LOKI – Pág. 245
  • RAGNARÖK: O DESTINO FINAL DOS DEUSES – Pág. 261

  • Outtakes;

As sinopses usadas nestes post foram extraídas dos sites das respectivas livrarias dos quais os podcasters compraram os livros ou os indicaram para compra.

Esse podcast foi editado por Monkey Seat Podcast & Multimídia

Feed do Edição Rápida:  http://feeds.feedburner.com/EdicaoRapida

Rubens Gomes Passos Netto

Netto, popularmente conhecido entre os imigrantes Guaxupeanos treteiros que tocam a zueira no pequeno município de São Paulo, gosta de comprar livros, mais do que até ler estes que já adormecem em suas estantes, ler os livros é algo em que ele acredita não ser necessário depois que os compra, já semeava a discórdia ao aceitar o rótulo de “nerd”, quando em terras tropicais, tal rotulo era algo, um tanto, pejorativo, o que julgava ser maravilhoso, apaixonado por Fórmula 1 e por teorias que não levam a humanidade a lugar algum, salvo se for ao La Chollita.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: