22ª Tiragem – Nosferatu, um livro de Joe Hill

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

EDIÇÃO RÁPIDA – 22ª Tiragem – Nosferatu, de Joe Hill

Podcasters:  Valesi o host do episódio, Mateus Ferreira e Will Mesquita do Papaya Orange.

Escreva para nós: contato@edicaorapida.com.br 

Nossas Redes Sociais: Twitter | Facebook | Skoob | YouTube

Esse podcast foi editado por Monkey Seat Podcast & Multimídia

Quais livros você amigo ouvinte/leitor indicaria aos podcasters? Quem sabe não usamos a sua dica nas próximas tiragens!

 

 LIVRO DO DIA: Nosferatu, de Joe Hill

Por quê escolhemos este livro?

Ouçam!!!

Qual livro que cada um de nós tem/leu?

 

Valesi, Mateus e Will:

ISBN-13: 9788580412970
ISBN-10: 8580412978
Ano: 2014 / Páginas: 624
Idioma: português
Editora: Arqueiro

.

.

Qual a expectativa antes de ler o livro?

 

BREVE BIOGRAFIA DO AUTOR:

 

Joseph Hillstrom Kingmais conhecido como Joe Hill (Hermon, Maine — 4 de junho de 1972 – 45 anos) é um escritor estadunidense de livros do gênero de ficção. É filho dos também escritores Stephen e Tabitha King. Seu nome foi escolhido como uma forma de homenagem ao anarquista sueco Joe Hill.

Em 2007, lançou um livro de terror intitulado A Estrada da Noite, no Brasil, e a Caixa em Forma de Coração, em Portugal. É também de sua autoria a coletânea de contos Fantasmas do Século XX, publicada no Brasil em 2008.

Voltou a escrever outra novela de terror em 2010, com o título de Horns (no Brasil, O Pacto). Todos os seus livros foram publicados no Brasil pela Editora Arqueiro.

Já publicou 5 livros, tendo sido indicado e premiado por vários deles em importantes premiações, como o prêmio Bram Stoker, o International Horror Guild e a Bradbury Fellowship, além de roteirizar várias histórias em quadrinhos

 

A HISTÓRIA

 Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa sua estranha capacidade, pois sabe que ninguém acreditaria. Ela própria não entende muito bem.

Charles Talent Manx também tem um dom especial. Seu Rolls-Royce lhe permite levar crianças para passear por vias ocultas que conduzem a um tenebroso parque de diversões: a Terra do Natal. A viagem pela autoestrada da perversa imaginação de Charlie transforma seus preciosos passageiros, deixando-os tão aterrorizantes quanto seu aparente benfeitor.

E chega então o dia em que Vic sai atrás de encrenca… e acaba encontrando Charlie. Mas isso faz muito tempo e Vic, a única criança que já conseguiu escapar, agora é uma adulta que tenta desesperadamente esquecer o que passou. Porém, Charlie Manx só vai descansar quando tiver conseguido se vingar. E ele está atrás de algo muito especial para Vic.

Perturbador, fascinante e repleto de reviravoltas carregadas de emoção, a obra-prima fantasmagórica e cruelmente brincalhona de Hill é uma viagem alucinante ao mundo do terror.

O livro foi indicado em 2013 para o Prêmio Bram Stoker de histórias de horror (King já foi indicado 8 vezes e ganhou seis, com Misery, O Corredor da Morte, Saco de Ossos, Love, Duma Key e Doutor Sono – este último foi o vencedor em 2013). A Estrada da Noite (2007) e O Pacto (2010) também foram indicados.

 

Algumas questões:

  • O estilo de Joe Hill é muito parecido com o do seu pai?
  • O início do livro é confuso?
  • A estrutura de capítulos é adequada?

 

 

 


 PERSONAGENS:

  • Vic McQueen, seu pai e sua mãe;
  • Charlie Manx
  • NOS4A2 – Rolls Royce Wraith 1938
  • Bing
  • Maggie
  • Lou Carmody e Bruce Wayne Carmody
  • Tabitha Hutter (agente do FBI)

 

  • Outtakes;
  • As sinopses usadas nestes post foram extraídas dos sites das respectivas livrarias dos quais os podcasters compraram os livros ou os indicaram para compra.

    Feed do Edição Rápida: feeds

Carlos Eduardo Valesi

Valesi é um leitor onívoro, daqueles que não perdoam sequer bula de remédio ou rótulo de desodorante. Exemplar pré-cambriano desta estirpe, adora cheiro de livro, nunca leu um e-book, vai a livrarias e já teve carteirinha da biblioteca pública. Pertence, portanto, a uma raça em extinção. Quando não está lendo é médico e um apaixonado por rock que mora em Curitiba.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: