15ª TIRAGEM – Episódio de Listas – Livros que pouca gente conhece

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

sxigx

Podcasters:  Valesi o host do episódio, Joshué Fusinato, Mateus Ferreira, Rubens Netto do Boletim do Paddock e Will Mesquita, do Papaya Orange.

Escreva para nós: contato@edicaorapida.com.br 

Nossas Redes Sociais: Twitter Facebook Skoob

 

LIVROS DOS DIA: 

 qo388z

Quais livros que cada um de nós escolheu?

 

spoiler-alerta

Ou Sinopses “Alert!”[1]

 

Mateus: 

a_serpente_e_o_arcorisA Serpente e o Arco Iris, Wade Davis:

Esta é a história de como Wade Davis – etnobotânico canadense dedicado à pesquisa de ervas e plantas medicinais – descobriu a fórmula da droga que produz a “zumbificação” e a levou aos Estados Unidos para submetê-la a testes.

Mas não é apenas isso. É também a história de como Davis penetrou na mística de uma sociedade primitiva, situando a “zumbificação” em seu contexto apropriado, no âmbito da “cultura vodu”, e acabou por dar-se conta de que a história do vodu haitiano é a história do Haiti, desde as remotas origens no escravismo colonial indígena e africano até os dias de hoje.

O livro contém um glossário dos termos utilizados, além de uma bibliografia anotada e de um índice de nomes e assuntos.


Joshué:

o_rei_de_ferro_1379118788bO Rei de ferro – Maurice Druon:

Depois da descoberta do romance histórico, magnificamente representado por Alexandre Dumas, muitos foram os escritores que tentaram, com maior ou menor êxito, trilhar os caminhos desvendados pelo mestre, aproveitando as preferências manifestadas pelo público por esse tipo de literatura.

Entretanto, Maurice Druon conseguiu realizar o almejado sonho de apresentar a verdade histórica com todas as características de grande obra de ficção literária, utilizando para tanto uma equipe de renomados romancistas, cenaristas e historiadores.

Maurice Druon conta majestosamente a história do Rei Felipe, O Belo, na França do século XIV. ‘O Rei de Ferro’ é o primeiro volume da série ‘Os Reis Malditos’.


Rubens:

79_park_avenue_14625590102982sk1462559010b79 Park Avenue, Harold Robbins: 

Uma investigação sobre a elegante agência de modelos na Park Avenue, em Nova York, revela que por trás daquela fachada, lindas jovens eram levadas à prostituição e exploradas por um sindicato de gangsters.

Na direção da agência está Maryann Flood, a inesquecível call-girl com um código de ética que a violência do padrasto, o reformatório e a vida na prostituição não haviam transformado num ser humano de segunda classe.

Levada ao banco dos réus no Tribunal do Júri, Maryann vive uma estranha contradição: deseja sucesso à acusação, pois Mike Keyes, o Promotor, foi o único homem a quem amou em toda vida.

 


Will:

a_fantastica_vida_breve_de_oscar_wao_1245588919bA fantástica vida breve de Oscar Wao, Junot Díaz:

A vida nunca foi fácil para Oscar, um menino dócil, nerd e desastrosamente obeso do gueto de Nova Jersey, que sonha em ser um Tolkien dominicano e, sobretudo, em encontrar um grande amor.

No entanto, é possível que nunca realize seus desejos, em virtude de um fukú – uma antiga maldição que assola a família de Oscar há gerações, condenando seus parentes a prisões, torturas, acidentes trágicos e, acima de tudo, a paixões malfadadas.

Oscar, que ainda anseia pelo primeiro beijo, é sua vítima mais recente – até o verão fatídico que ele decide tornar o seu último.

 


Valesi:

o_cordeiro_1249774039bO Cordeiro, Christopher Moore: 

Sátira que trata da infância e juventude de Jesus, que não é abordada na Bíblia.

O livro é o suposto evangelho de Biff, amigaço de Jésus, e suas peregrinações pelo mundo. Juntos vivem aventuras e conhecem magia, curas, kung fu, demônios e mulheres gostosas.

O Cordeiro é uma obra polêmica, que retrata a personalidade de Moore e suas leituras bem-humoradas “das histórias” de Jesus.

Não há em O Cordeiro um compromisso religioso, mas um compromisso com o riso, com um texto bem construído e com um entretenimento de qualidade.


Mateus:

o_sumico_de_beatriz_1404408367bO Sumiço de Beatriz, Carolina Matsuo: 

Em meio a acordos entre a petrolífera brasileira e a venezuelana, uma organização paramilitar liderada por corruptos faz negociações com militares venezuelanos para produzir um instrumento de guerra, que apenas duas pessoas são capazes de desenvolver: Beatriz, uma estilista que ganhou vários prêmios como figurinista e maquiadora, criada por sua tia, Giselda; e o professor Dr. Yaacov Baum, um professor-pesquisador judeu de uma prestigiada universidade.

Durante a negociação do projeto de tal instrumento, num evento responsável por uma série explosões, Beatriz foge do cativeiro, mas o professor é ferido, e sua tia, que estava no local, é dada como morta.

Beatriz recorre ao seu amigo de infância, Tomaz, e tenta lhe contar os fatos. Porém,antes mesmo que ela explique o que está acontecendo, é obrigada a fugir dos militares que a perseguia.

Tomaz, chef de cozinha e dono do Tradicional Café, sem entender o que está acontecendo, e preocupado com a atitude da amiga, mergulha em uma profunda investigação para encontrá-la. Eventualmente, ele acaba descobrindo uma rede de intrigas e corrupção que envolve um mercador de armas, as FARC e algo muito além do que ele poderia imaginar.


Joshué:

estrela_solitaria_um_brasileiro_chamado_1231275127bEstrela Solitária: Um Brasileiro Chamado Garrincha, Rio Castro:

Esta é mais que uma espantosa biografia. É um livro cheio de revelações até para os que julgavam conhecer Garrincha.

Para os brasileiros de hoje, que só conhecem o seu mito, Estrela solitária será lido como um romance de paixão e desventura, tendo como cenário o Rio e o Brasil dos anos 50 e 60.

Só que os personagens e os fatos são reais. Para descrever essa trajetória, Ruy Castro fez mais de 500 entrevistas com 170 pessoas. Garrincha renasce em “Estrela solitária” como um herói – um herói tragicamente humano.

 


Rubens:

os_borgias_1257696905bOs Bórgias, Mario Puzo:

Consagrou-se entre seus leitores e críticos de todo o mundo com seus romances sobre a Máfia. Apaixonado pelo tema, pesquisou as origens dessa organização criminosa e, nessa busca, viajou até a Itália do século XV. Lá descobriu a família Bórgia, liderada pelo cardeal Rodrigo Bórgia, um homem ambicioso e sem escrúpulos, que usou todos os meios para alcançar seus objetivos.

Ao ser eleito papa, com o nome de Carlos VI, Rodrigo consolida seu poder em uma grande rede de alianças criminosas, que deu origem à grande família mafiosa imortalizada, séculos depois, pelo próprio Puzo.

Os Bórgias é um romance histórico empolgante. Um retrato das origens do crime organizado que merece figurar entre os melhores livros da carreira de Mario Puzo.


Will

eu_sou_o_mensageiro__1231367894bEu sou o mensageiro, Markus Zusak: 

Conheça Ed Kennedy: Taxista, Patético jogador de cartas, um desastre no amor. Mora numa casinha alugada com seu cachorro viciado em café e está apaixonado pela melhor amiga. Ed Kennedy leva uma vida medíocre, sem arroubos. Trabalha, joga cartas com cúmplices do tédio, apaixona-se por uma amiga que dorme com todos os vizinhos do subúrbio e divide apartamento com um cão velho. O pai alcoólatra morreu há pouco; a mãe parece desprezá-lo.

Certo dia, ele impede um assalto a banco e é celebrizado pela mídia. O ato heróico tem conseqüência. Logo depois, Ed recebe enigmáticas cartas de baralho pelo correio: uma seqüência de ases de ouros, paus, espadas, copas, cada qual contendo uma série de endereços ou charadas a serem decifradas. Após certa hesitação, rende-se ao desafio. Misteriosamente levado ao encontro de pessoas em dificuldades, devassa dramas íntimos que podem ser resolvidos por ele. Uma mulher é estuprada diariamente pelo marido, enquanto uma senhora de 82 anos afoga-se em solidão, à espera do companheiro, morto há mais de meio século.

A ele parece caber o papel do eleito, do salvador. Convencido disso, segue instruções e se perde entre ficções de estranhos e sua própria, embaçada, realidade. A certa altura pergunta-se: “Eu sou real?” Markus Zusak cria um personagem comovente capaz de confrontar o mistério e, por meio da solidariedade, empreender um épico que o levará ao centro de sua própria existência.


Valesi:

enigmas_de_londres_1349317709bEspíritos do Tâmisa – Enigmas de Londres vol I, Ben Aaronovitch:

Peter Grant tinha tudo para ser apenas mais um jovem guarda da Polícia Metropolitana de Londres. Após um encontro inesperado com um fantasma, contudo, ele é recrutado para uma unidade secreta que lida com a magia e o sobrenatural e torna-se o primeiro aprendiz em 50 anos do inspetor Nightingale, o último mago da Inglaterra.

Peter Grant então precisa imediatamente lidar com dois casos inter-relacionados. No primeiro, ele deve descobrir quem é o espírito vingativo que anda transformando pessoas comuns em assassinos sanguinários. No segundo, aprender a investigar magia, conviver com grupos de vampiros, lidar com trolls e revirar covas pela cidade.

Além, é claro, de negociar uma trégua entre deuses enfurecidos do rio Tâmisa caminhando por aí. Resenha publicada pelo Valesi: Enigmas de Londres espiritos do Tamisa.


bonus

  • Valesi:

febre_de_bola_1227891459bFebre de Bola, Autor: Nick Hornby, Editora Rocco, 01ª Edição, 2000, 248 páginas, tradução de Paulo Reis:

Futebol é coisa séria, não importa o quanto alguns insistam em dizer o contrário. Também ignore quem repita sempre que é apenas um jogo. Não é. Se fosse, não seria futebol. Alguns sabem disso. Nick Hornby é um deles. O autor de Um grande garoto e Alta fidelidade agora oferece Febre de bola. Ele mesmo lembra que livros de futebol existem aos montes. Mas este, se pararmos para pensar, não é sobre futebol, necessariamente. Ele trata muito mais do torcedor. Por essa figura – o torcedor – não se entenda aquele que fica contente quando descobre pelo porteiro do prédio que seu time ganhou. O torcedor, segundo Hornby, é o cara que sofre, rumina cada derrota, cada cruzamento por trás do gol e passe errado de seu time. Aquele que se irrita profundamente com as campanhas patéticas da equipe, mas que ainda assim não consegue ficar sem assistir aos jogos. É mais forte que ele. O futebol, para este torcedor, é mais forte que tudo.


  • Will:

a_arte_de_correr_na_chuva_1225984822bA Arte de Correr na Chuva: Meu nome é Enzo. E esta é minha história, Autor: Garth Stein, Editora Ediouro, 2008, 304 páginas:

Enzo sabe que é diferente dos outros cachorros – um filósofo com alma humana. Ele foi educado assistindo aos programas do canal National Geographic e ouvindo todos os conselhos de seu mestre e dono, Denny Swift, um piloto de corridas. Por causa de Denny, Enzo adquiriu uma grande percepção da condição humana e aprendeu a administrar a vida como em uma corrida de Fórmula 1, onde nem sempre a velocidade é a melhor estratégia. Às vésperas de sua morte, Enzo faz uma retrospectiva de sua vida, relembrando tudo o que ele e a família passaram – os sacrifícios que Denny fez para ser bem-sucedido profissionalmente; a perda inesperada de Eve, a esposa de Denny; a batalha do dono para conseguir a guarda da filha, a quem os avós maternos fizeram de tudo para conseguir a custódia… ‘A Arte de Correr na Chuva’ é um livro modelado nos desejos e absurdos da vida humana.


  • Joshué:

o_buraco_da_beatriz_1431037070438609sk1431037070bO buraco da Beatriz, Autor Carlos Cardoso e-book, 2015, 94 páginas:

Neste livro o autor recupera várias histórias, dá vislumbre da vida de gente como Alan Turing, Grace Hoper, Roza Shanina. Conta histórias da Guerra Fria, histórias onde a Argentina se deu mal e histórias sobre cerveja.

Downloads: 


Rubens:

a_odisseia_1236611746bA Odisseia – da Pepsi à Apple, Autor: John Sculley, Editora Best Seller, 1988, 511 páginas:

Da conservadora Pepsi à descontraída Apple, esta é a odisséia de John Sculley, o homem que demitiu Steve Jobs, co-fundador da Apple e “menino-prodígio” dos computadores pessoais. Em estilo dinâmico, Sculley conta como conduziu a Pepsi à liderança no mercado americano de refrigerantes, quase chegando à presidência da empresa.

 

 

 


Mateus:

voce_e_o_proximo_1369318839bVocê é o Próximo, Autor: Gregg Hurwitz, Editora Arqueiro, 2013, 368 páginas;

Mike Wingate, abandonado pelo pai aos quatro anos tendo crescido em um orfanato está finalmente vivendo a vida que sempre sonhou. Está casado, com uma filha de oito anos de idade, e sua empresa de construção está prestes a terminar um conjunto habitacional de sucesso que vai garantir um futuro sólido para todos eles. Mas algo de seu passado, um passado que ele não gosta nem de lembrar, volta trazendo terror para ele e sua família. Pessoas obscuras começam a ameaçar Mike, e quando ele se queixa, a polícia parece mais interessada no passado tenebroso de Mike do que em protegê-lo. Agora, Mike, sua esposa Annabel e sua filha Kat, de repente se veem atacados por todos os lados. Mike então recorre a Shep, um homem perigoso, mas o único amigo verdadeiro de Mike desde os dias de orfanato. Juntos eles vão fazer o que for preciso para proteger a família de Mike contra os homens que estão por trás do aterrorizante aviso: “você é o próximo”


Cleidson:

a_profetisa_1313544284bA profetisa (The Prophetess), Bárbara Wood, 1998, Editora Record, 460 páginas:

Ás vésperas da virada do século, a arqueóloga Catherine Alexander descobre, no deserto do Sinai, um estojo com seis papiros que há milênios guardam o segredo da grande mudança pela qual o planeta passará em breve.

Uma revelação que muitos fariam de tudo para ter, e que dará início a uma verdadeira corrida contra o tempo. De um lado, a arqueóloga e sua equipe tentando decifrar as inscrições.

Do outro, poderosos governos, o Vaticano e especialistas em ciberespaço à caça dos papiros.


Cleidson:

no_coracao_do_mar_1231843084bNo Coração do Mar – A História Real que Inspirou Moby Dick de Melville, Autor: Nathaniel Philbrick, Editora Companhia das Letras, 2000, 371 páginas:

Em 1820, o baleeiro Essex foi atacado por um cachalote enfurecido e afundou rapidamente. Nunca se imaginara que uma baleia pudesse reagir aos pescadores que a perseguiam. O que se seguiu ao naufrágio foi uma longa provação pelas águas do Pacífico: amontoados em três botes, os marujos navegaram durante três meses, experimentando os horrores da inanição e da desidratação, da doença, da loucura e da morte, chegando à prática do canibalismo.

O episódio, que inspirou Herman Melville a escrever Moby Dick, ficou registrado em relatos feitos pelos sobreviventes. Baseado em ampla pesquisa e fontes inéditas, o historiador Nathaniel Philbrick reconstitui todos os detalhes da tragédia, dando vida aos testemunhos com seu vasto conhecimento em assuntos marítimos. Dos meandros da economia baleeira às técnicas de navegação a vela e o comportamento das baleias, No coração do mar reúne informações minuciosas sobre cada aspecto da história. Uma aventura que desafia o leitor a refletir sobre os limites da capacidade de sobrevivência humana.

[1]: As sinopses usadas nestes post foram extraídas dos sites das respectivas livrarias dos quais os podcasters compraram os livros ou os indicaram para compra.

Contracapa:

Esse podcast foi editado por Monkey Seat Podcast & Multimídia

banner-1

Feed do Edição Rápida: feeds.feedburner.com do EdicaoRapida

buy4

Rubens Gomes Passos Netto

Netto, popularmente conhecido entre os imigrantes Guaxupeanos treteiros que tocam a zueira no pequeno município de São Paulo, gosta de comprar livros, mais do que até ler estes que já adormecem em suas estantes, ler os livros é algo em que ele acredita não ser necessário depois que os compra, já semeava a discórdia ao aceitar o rótulo de “nerd”, quando em terras tropicais, tal rotulo era algo, um tanto, pejorativo, o que julgava ser maravilhoso, apaixonado por Fórmula 1 e por teorias que não levam a humanidade a lugar algum, salvo se for ao La Chollita.

3 comentários em “15ª TIRAGEM – Episódio de Listas – Livros que pouca gente conhece

  • 2 de janeiro de 2017 em 14:58
    Permalink

    Foi uma grande surpresa para mim em ver meu livro ao lado desses outros grandes livros citados. Agradeço a todos vocês da Edição Rápida e desejo sucesso nesse podcast diferente no formato de clube do livro. Grande abraço!

  • 8 de janeiro de 2017 em 19:39
    Permalink

    Eu odeio vocês. Me fizeram ficar desesperada pra ler praticamente todos. No ano passado li umas 3 indicações suas. Na lista desse ano está Contato, de Carl Sagan.

    Feliz ano novo 🙂

  • 10 de janeiro de 2017 em 11:31
    Permalink

    O unico livro que me deus desespero para ler “Os Bórgias, Mario Puzo” …. agora onde vou conseguir ele em?
    já que indicaram poderiam disponibilizar para que os fãs do programa não fique com água na boca como uma criança querendo um brinquedo que não pode ter…. 😝😝😝

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: